#050 – 19 de Fevereiro

Abriu a porta cambaleando e colocou a estatueta dourada entre as várias outras espalhadas em cima da estante.
Tropeçou em uma das garrafas vazias antes de se jogar no sofá e enrolar-se no lençol sujo.
Pôs a mão na cabeça e desabou em lágrimas enquanto olhava para uma foto dela. Definitivamente perdera o controle de sua vida.

Apagou sob o brilho tímido do troféu de “Melhor Diretor”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s