#094 – 04 de Abril

Alcançara o final do giz quando seus dedos trêmulos desenharam o último círculo no chão coberto de pedras angulares. Carbono, Magnésio, Sódio, Enxofre, Potássio, Fósforo, Cloro, Cálcio. Até mesmo os gases ela havia conseguido em quantidade suficiente, depositados com o restante no centro do símbolo. Abaixou o capuz e olhou para seu irmão do outro lado da sala, que repetiu o gesto.

A dor seguiu a intensidade do clarão quando os dois tocaram o círculo. Pedaço por pedaço, a pele de seu irmão se transformou em rocha, enquanto seus próprios membros estavam em chamas. No centro do ritual, uma figura negra e decadente se formava. Seus joelhos cederam. Era a troca equivalente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s