#112 – 22 de Abril

Cabisbaixo, deitou na cama sem esperanças depois de mais uma reprovação. Após algum tempo, uma luz branca e forte perturbou a paz do quarto escuro. Olhou assustado para o monitor aceso. Se levantou e se aproximou da escrivaninha.

Quando estendeu a mão para a tela, algo se materializou na palma de sua mão. O desenho de um ovo estampava o visor do objeto.

Pela primeira vez o futuro o escolhera.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s