EXTRA #04 – ABRIL

Suas roupas estavam em frangalhos quando ele adentrou o templo isolado no topo do monte gelado. Há dias não comia. Apoiou sua esposa nos ombros e caminhou para o altar, onde uma imensa serpente dourada flutuava em uma espiral infinita. 

O movimento da criatura cessou apenas quando ele se prostrou de joelhos diante dela. Os olhos ofídicos atravessaram sua alma. Ele podia sentir ela rastejando para dentro da sua mente enquanto fazia a pergunta. Mostrou a ela seu desejo e disse as palavras sagradas. 

– É a primeira vez que eu vejo ela negar um pedido. – Disse a esposa com uma voz fraca. 

– Pelo contrário, é a primeira vez que ela revive alguém. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s