#204 – 23 de Julho

Era a terceira investida. Ele precisava se defender, mas seu último recurso era arriscado. Com o braço direito fez com que a temperatura do ar caísse abaixo de zero em questão de segundos. O vapor de água atmosférico sublimou, tingindo tudo de branco. Ele era o próprio inverno. Continuando o movimento, ele direcionou a onda gélida na direção do inimigo. O assassino permaneceu no ar, imóvel em uma pedra de gelo.

Estava a salvo, até perceber que havia congelado a si mesmo no processo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s