#227 – 15 de Agosto

Esgueirando-se pela noite escura, ele invadiu a loja. Atravessou caldeirões, livros, sapos, escudos, espadas, vassouras e varinhas até chegar no fundo. O estoque especial. Sabia o que procurava. Sussurrou algumas palavras para abrir o cofre. Puxou o manto dali e imediatamente se cobriu, ficando invisível.
O alívio durou pouco tempo. Ainda podia ouvir os demônios atrás de si.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s