#233 – 21 de Agosto

O pequeno verme perfurou sua mão e subiu pelo antebraço. Desesperado, ele cortou a circulação com um fio. Incapaz de alcançar o cérebro, o parasita se tornou sua mão direita.

Precisavam um do outro pra viver. Tinham que decidir em conjunto. O homem sempre perdia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s