#02.062 – 07 de Abril

Sua sombra cruzou com a dela na esquina, há poucos metros de casa. A quinta vez aquela semana. Assincronia implacável. O timing da solidão era perfeito.

A garota abriu a janela. Luzes de inverno invadiam o quarto. Suspirou. A outra, em algum lugar na mesma cidade, fez o mesmo. Noites vazias sincronizadas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s