#02.067 – 12 de Abril

Não aguentava mais. Levava a caixa debaixo do braço com firmeza. O objeto sacolejava de tempos em tempos. Lufadas de ar saiam pelos furos feitos à mão.

– Vou devolver, não quero mais. – a senhora anunciou para a mulher de branco.

Desconcertada, a garota recebeu a pesada caixa com curiosidade. Quando ouviu o choro da criança era tarde. A mãe havia fugido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s