#02.089 – 04 de Maio

– É, não vai dar. – ele declarou com a voz baixa depois de consultar o caderninho quando o garoto finalmente o chamará para sair, após tantos meses.
– Por que? O que é isso? Sua agenda? – Perguntou o garoto curioso.
– Não, meu caderno de desculpas.

#02.083 – 28 de Abril

Chegou com chocolates e uma roupa de grife que vira na loja favorita mais cedo. Era um dia especial.
Quando abriu a porta, ela estava ajoelhada, dando um presente especial para outro.
Ele soltou os embrulhos no ar e se juntou aos dois.

#02.082 – 27 de Abril

Voou até o chão com o garotinho nos braços. Os olhos da multidão brilhavam. Ela sorriu e cortou a noite fria como um raio.
Desabou no sofá e alcançou a garrafa de uísque em meio a uma porção de revistas e roupas jogadas. Bebeu do bico, derramando sobre o uniforme. O coração acelerou e começou a tremer. Parecia que o chão sumia em baixo dos pés.
Tudo o que queria era poder ligar para um super herói. Ou sua mãe.

#02.081 – 26 de Abril

Passou a noite em claro rascunhando páginas e mais páginas. A ideia era magnífica! O sangue pulsava de emoção. Já tinha a base para um projeto inigualável!

Guardou em uma pasta, junto com outras ideias. Trancou todas de volta no cofre.